Rádio pausada

Siga a CAARO

964 Visualizações

IMG_5657Com o objetivo de promover a saúde pública e conscientizar advogados e a sociedade em geral, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO) e a Caixa de Assistência dos Advogados de Rondônia (CAARO) firmaram nesta segunda-feira (07), parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho para divulgação de uma série de campanhas com o intuito de minimizar os problemas de saúde pública do município.

Participaram da reunião com o secretário municipal de saúde, Domingos Sávio Fernandes e com seu adjunto José Carlos Coutinho, o presidente da CAARO, Manoel Veríssimo, e a secretária-geral adjunta da CAARO, Helena Sadahiro.

A proposta é levar informações, de como é possível e prático evitar uma epidemia pós- enchentes, distribuindo os panfletos nas salas dos advogados localizadas nos Fóruns, nos Tribunais, na sede da OAB e da CAARO em Porto Velho. Como são locais também visitados pela sociedade em geral, a campanha se estenderá, além dos advogados, aos servidores, aos funcionários e ao público jurisdicionado.

A razão do apoio à Semusa dá-se também pela preocupação das direções da CAARO e OAB/RO quanto ao acúmulo do lixo na região alagada pelo rio Madeira, que resultou na contaminação das águas e já trouxe várias doenças para a cidade, como a leptospirose, a dengue, sem contar que nossa região é considerada como área endêmica onde há circulação do vírus da febre amarela.

A parceria também visa extensiva campanha de vacinação dos advogados e seus familiares, que serão promovidas nos mesmos moldes do ano de 2013, ou seja, a equipe de vacinação se deslocará até os fóruns da capital, em datas pré-definidas, realizando também na sede da OAB/RO em Porto Velho, com previsão para este mês de abril.

A Secretaria fará a doação de doses de vacina, como por exemplo contra a febre amarela, a hepatite B, e do HPV, entre outras que estiverem disponíveis, além das vacinas, a Semusa disponibilizará a realização de testes rápidos de glicemia, HIV e Hepatite C.

Além das vacinas, OAB e CAARO farão ampla divulgação dos panfletos e cartazes entregues pela Semusa para conscientização da população quanto a uso pelos jovens do Narguilé que já está sendo considerado como excessivo, vez que é instrumento usado para fumar tabaco com filtro de água, aspirado por meio de uma mangueira. Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre tabagismo apontou, em 2010, que cerca de 400 mil pessoas usavam o narguilé no país, sendo que, deste total, 40% tinham entre 15 e 24 anos de idade.

CAARO e OAB esperam conseguir conscientizar os jovens que este modismo inocente pode causar, em longo prazo, cânceres de pulmão, de boca e de bexiga, além de doenças respiratórias e na gengiva. O tabaco usado no narguilé, além de conter as 4.700 substâncias tóxicas do cigarro convencional, tem mais nicotina, monóxido de carbono, metais pesados, carvão e outras substâncias cancerígenas, muito além do que há na fumaça inalada do cigarro.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma sessão de narguilé durante cerca de uma hora equivale a fumar 100 cigarros. Entretanto, é comum que jovens brasileiros comecem a fumar o narguilé por diversão, com os amigos, em razão de atrativos supérfluos como o sabor e o aroma.

Os presidentes da OAB/RO, Andrey Cavalcante, da CAARO, Manoel Veríssimo e o secretário adjunto da Semusa, lembram que o tabagismo é a principal causa de morte evitável no mundo e que esta medida de conscientização desenvolvida pelo Ministério da Saúde e apoiada pela CAARO e OAB-RO visa minimizar a estatística em nosso estado. Portanto, conjuntamente, pretendem conscientizar, principalmente a classe, como é possível prevenir alguns tipos de doenças, levando ao público rondoniense informações acerca das campanhas desenvolvidas pela Semusa.
FONTE: Ascom OAB/RO

Leia Também

Mapa do Site
CAARO