Rádio pausada

Siga a CAARO

772 Visualizações

Nesta sexta-feira (06), a Seccional Rondônia da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RO) em conjunto com a Caixa de Assistência dos Advogados de Rondônia (CAARO) aderiram à campanha proposta pela OAB Nacional de enfrentamento à violência contra a mulher.

A ação simbólica intitulada campanha do Laço Branco, tem por objetivo a sensibilização dos homens na luta pelo fim da violência de gênero. Na ocasião foram entregues laços brancos para magistrados, advogados, funcionários e cidadãos na Vara de Proteção à Infância e Juventude e no prédio dos Juizados Especiais Cíveis, da Fazenda Pública e Criminais em Porto Velho.

O presidente da OAB Rondônia, Elton Assis, lembra que o dia 6 de dezembro foi estabelecido no Brasil pela Lei nº 11.489/07 como o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, porém a data surgiu bem antes no Canadá, onde um homem assassinou dez mulheres que estavam na sala de aula de uma escola, gritando palavras de ódio ao feminismo.

“A violência contra a mulher se manifesta de diversas formas, seja atingindo sua integridade física ou psicológica.  Para tanto a OAB Rondônia integra várias ações a fim de evitar que a violências cometida contra as mulheres continuem aumentando cada dia mais e as estatístiscas diminuam ao invés de crescer”.

Para o presidente da CAARO, Elton Fülber, o ato faz com que a sociedade se motive a promover mais debates pela equidade de gênero além de uma mudança cultural que possibilite um futuro sem violência. “O laço branco é um símbolo de sororidade, onde nós homens, demonstramos apoio e empatia a luta pela igualdade de gênero que se arrasta há anos em todo o mundo, sabemos que ainda temos muito a fazer para garantir uma assistência adequada às vítimas de violência, lutando por legislações favoráveis a elas, mas já estamos no caminho certo”, destacou Fülber

De acordo com a presidente da Comissão da Mulher Advogada (CMA), Karoline Monteiro, o índice de violência contra as mulheres tem sido crescente nos últimos anos “Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde em 2018 registrou mais de 145 mil casos de violência física, sexual, psicológica e de outros tipos, contra mulheres, precisamos dar um basta nesta situação”, enfatizou.

Em apoio a campanha promovida pela OAB e CAARO o juiz Marcelo Tramontini, parabenizou a entidade pela iniciativa. “Como juiz da infância e juventude e lidando com adolescentes infratores, eu pude conhecer a realidade destes jovens que são criados em ambiente em que ocorre a violência doméstica, tornando-se um dos maiores motivadores para que no futuro eles pratiquem atos infracionais. O combate a violência contra a mulher, também é um combate a delinquência juvenil”.

Por fim, Elton Fülber agradeceu aos diretores da CAARO Marisselma Mariano, Lúcia Oliveira e Anderson Bauer, a presidente da CMA Karoline Monteiro e o diretor da Escola Superior de Advocacia de Rondônia, José Vitor Costa, que abraçaram a campanha, reforçando que ações como esta são imprescindíveis para que envolva o maior número possível de instituições e setores representativos de modo que a violência contra a mulher deixe de ser realidade em todo o país.

Confira Galeria da ação

Leia Também

Mapa do Site
CAARO